Notícias

Prêmio Jovem Cientista

Conheça todos os vencedores do
28º Prêmio Jovem Cientista

Publicada em: 21 de maio de 2015

Estudantes e instituições de ensino do Ceará, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo estão entre os vencedores da 28ª edição do Prêmio Jovem Cientista, que abordou o tema “Segurança Alimentar e Nutricional”. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (21 de maio), em Brasília, na sede do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com transmissão via streaming em: http://original.livestream.com/canalfutura. A entrega das premiações está prevista para o mês de junho, em solenidade no Palácio do Planalto.

 

Deloan, Pedro Alves (representante da escola de Fortaleza), (reitora da UFSC)
Deloan Perini (1º lugar da categoria Estudante do Ensino Superior), Pedro Alves da Silva (coordenador escolar da Escola Joaquim Nogueira), Roselane Meckel (reitora da UFSC), Hernan Chaimovich (presidente do CNPq), Franco Lajolo (vencedor do Mérito Científico), Joana Pasquali (1º lugar da categoria Estudante do Ensino Médio) e Camila Carvalho (2º lugar da categoria Mestre e Doutor). Bárbara Rita Cardoso, 1º lugar da categoria Mestre e Doutor, participou pela internet, da Espanha

 “Esse prêmio é importante porque forma a consciência de que existem pessoas no Brasil que são referência”, definiu o presidente do CNPq, Hernan Chaimovich, que anunciou os vencedores e falou sobre a emoção do momento. “É impossível transmitir a emoção que estamos sentindo nessa sala. Numa pesquisa, conseguimos avançar muito com a emoção das descobertas. O CNPq está emocionado”, reconheceu. Ele destacou ainda a importância da pesquisa científica para o desenvolvimento do país. “Estamos transferindo para vocês a responsabilidade de comunicar à sociedade a importância do impacto intelectual para a contribuição social e econômica, por meio do desenvolvimento socialmente justo e sustentável neste País”, disse aos premiados.

O evento, apresentado pelo jornalista Heraldo Pereira, contou com a participação de ganhadores de todas as categorias. Entre os trabalhos contemplados estão um produto que permite ao consumidor identificar fraudes no leite; um modelo inovador de agricultura urbana, que oferece um sistema sustentável de produção e aproxima os consumidores dos produtores; e um estudo sobre a castanha-do-brasil como fonte de suplementação de selênio para idosos, que se revela importante aliado na prevenção do Mal de Alzheimer.

Pela primeira vez, o Prêmio disponibilizou Webaulas sobre Segurança Alimentar e Nutricional para ajudar os estudantes do Ensino Médio a dar os primeiros passos na elaboração de suas pesquisas. O material didático gratuito e online (www.jovemcientista.cnqp.br) ficará disponível até o fim do ano e pode ser utilizado por todos os que queiram trabalhar o assunto na escola, família ou comunidade.

A cada edição do Prêmio Jovem Cientista é indicado um tema importante para o desenvolvimento científico e tecnológico, que atenda às políticas públicas e tenha relevância para a sociedade brasileira. O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação Roberto Marinho, e conta com patrocínio da Gerdau e da BG Brasil.

 

CONHEÇA OS VENCEDORES DESTA EDIÇÃO DO PRÊMIO JOVEM CIENTISTA

CATEGORIA MESTRE E DOUTOR

1º LUGAR
BÁRBARA RITA CARDOSO
Instituição: Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo, SP
Orientador:Silvia Maria Franciscato Cozzolino
Título da pesquisa: Efeitos do consumo de castanha-do-brasil (Bertholetia excelsa H.B.K.) sobre a cognição e o estresse oxidativo em pacientes com comprometimento cognitivo leve e a relação com variações em  genes de selenoproteínas

2º LUGAR
CAMILA MARANHA PAES DE CARVALHO
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) – Rio de Janeiro, RJ
Orientador:Inês Rugani Ribeiro de Castro
Título da pesquisa:Proposta de avaliação do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) para municípios do estado do Rio de Janeiro

3º LUGAR
FERNANDA GARCIA DOS SANTOS
Instituição: Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – Santos, SP
Orientador: Vanessa Dias Capriles
Título da pesquisa: Inovação para o desenvolvimento de pães sem glúten de boa qualidade tecnológica, sensorial e nutricional: contribuições para o tratamento dietético dos doentes celíacos e demais intolerantes ao glúten

 

CATEGORIA ESTUDANTE DO ENSINO SUPERIOR

1º LUGAR
DELOAN EDBERTO MATTOS PERINI
Instituição: Universidade Federal da Fronteira do Sul (UFFS) – Erechim, RS
Orientador: Marcela Alvares Maciel
Título da pesquisa: Modelo de agricultura urbana como inovação no processo de abastecimento de alimentos em cidades de pequeno porte

2º LUGAR
DAVI BENEDITO OLIVEIRA
Instituição: Universidade Federal de Itajubá (Unifei) – Itajubá,MG
Orientador: Álvaro Antônio Alencar de Queiroz
Título da pesquisa: Biossensores nanoestruturados para a monitoração da qualidade do pescado

3º LUGAR

KAMILA RAMPONI RODRIGUES DE GODOI
Instituição: Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Campinas, SP
Orientador: Ana Paula Badan Ribeiro
Título da pesquisa:Avaliação da incorporação de fitoesteróis livres e esterificados como agentes estruturantes em bases lipídicas para aplicação em alimentos

 

CATEGORIA ESTUDANTE DO ENSINO MÉDIO

 1º LUGAR
JOANA MENEGUZZO PASQUALI
Instituição: Colégio Mutirão de São Marcos  – São Marcos, RS
Orientador: Andréia MichelonGobbi
Título da pesquisa: Detectox – Kit detector de substâncias tóxicas no leite UHT

2º LUGAR
MOISES LOPES RODRIGUES
Instituição: Escola Estadual de Ensino Médio Rui Barbosa- Tucuruí, PA
Orientador: Paulo Sérgio Melo das Chagas
Título da pesquisa: Uso de resíduos de peixe como fertilizante na agricultura familiar

3º LUGAR
BRUNA MARCHESAN MARANInstituição: Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) – São Miguel do Oeste, SC
Orientador: Tahis Regina Baú
Título da pesquisa:Avaliação das propriedades funcionais tecnológicas do okara desidratado e aplicação em biscoito tipo cookie

 

CATEGORIA MÉRITO INSTITUCIONAL

Ensino Superior: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – Florianópolis, SC

Ensino Médio: Escola Estadual de Educação Profissional Joaquim Nogueira – Fortaleza, CE

CATEGORIA MÉRITO CIENTÍFICO
FRANCO MARIA LAJOLO
Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo, SP

 

  

PREMIAÇÃO

Na categoria Mestre e Doutor, os vencedores recebem R$35 mil (1º lugar); R$25 mil(2º lugar) e R$18 mil (3º lugar). Para estudantes do Ensino Superior, os valores são de R$18 mil (1º lugar), R$15 mil (2º lugar) e R$12 mil (3º lugar). Estudantes do Ensino Médio em 1º, 2º e 3º lugares recebem um laptop.

 

No Mérito Institucional, serão pagos R$40 mil para cada uma das duas instituições que inscreveram o maior número de trabalhos com mérito científico. O pesquisador indicado para o Mérito Científico receberá R$40 mil.

Além da premiação relacionada, todos os agraciados recebem bolsas de estudo do CNPq, nas modalidades de iniciação científica até o pós-doutorado. Os primeiros lugares de cada categoria (Mestre e Doutor, Estudante do Ensino Superior e Estudante do Ensino Médio) também participam da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que em 2015acontecerá entre os dias 12 e 18 de julho no campus da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Carlos, SP.