Notícias

Futura

Futura participa de campanha contra abuso e exploração sexual infanto-juvenil

Publicada em: 18 de maio de 2016

Nesta quarta-feira, 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o Canal Futura participa da campanha “Faça Bonito, Proteja nossas crianças e adolescentes”. Assim como diferentes atores da sociedade civil e organismos governamentais de todo Brasil, o Futura realizará ao longo do mês de maio uma série de ações com o objetivo de sensibilizar, informar e mobilizar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes. O dia 18 de maio é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro e que já alcançou muitos municípios do nosso país.

Uma destas ações acontecerá no próximo dia 23 (segunda-feira), às 8h, quando o Futura participa do “Seminário de Elaboração Implantação e Acompanhamento da Execução do Plano Municipal para Enfrentamento à Violência contra a Criança, o Adolescente e a Juventude”, em Maceió. Será apresentada a experiência do projeto Crescer sem Violência e a ação de articulação e fortalecimento da Rede em diferentes municípios. Além do Futura, estarão na mesa Itamar Gonçalves, representante Childhood Brasil, Fabiana Gorestein, representante UNICEF Brasil, Lídia Rodrigues, representante ECPAT e Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual de Crianças e Adolescentes e Maria Gorete Vasconcelos, especialista na área de violência de crianças e adolescente.

O Canal Futura também realizará oficina em Dias D´Ávila, na Bahia, para professores de escolas públicas e comunitárias, Profissionais do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) e Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), além de Conselheiros Tutelares. A ação acontecerá no dia 25 de maio (quarta-feira), às 8h, e conta com a parceria da Secretaria de Educação de Dias D´Ávila.
Em 2015, o projeto Crescer sem Violência realizou mais de 80 oficinas de sensibilização com a participação de 1.795 educadores, 958 profissionais da rede de garantia de direitos de crianças e adolescentes e envolvimento total de 3.359 escolas e 598 instituições, de 403 municípios em todos os estados brasileiros. Neste ano, o Futura segue com as ações do projeto e prepara sua a terceira etapa: a série “Que corpo é esse?”. Voltada para as crianças e os adolescentes, a série tem o objetivo de discutir os direitos sexuais de crianças e adolescentes para que exerçam sua sexualidade de forma saudável, protegendo-se assim de possíveis violências sexuais.

Crescer sem Violência
A violência sexual contra crianças e adolescentes é uma grave violação dos direitos humanos. No Brasil, atinge milhares de meninos e meninas cotidianamente – muitas vezes de forma silenciosa. Nesse contexto, desde 2009 o Canal Futura assumiu o desafio de desenvolver ações e projetos para o enfrentamento das violências sexuais contra crianças e adolescentes. Na primeira fase, a série de interprogramas televisivos “Que Exploração é essa?” foi produzida pelo Futura com a Childhood Brasil de forma colaborativa com mais de 30 organizações de três estados brasileiros que militam pela causa e atuam na acolhida de crianças e adolescentes vítimas de exploração sexual. Além da série, um site e um kit com material impresso foram produzidos e implementados com grande aceitação, conferindo para o projeto o prêmio Neide Castanha de Direitos Humanos.

Seguindo nessa mesma direção, em 2014 um convenio firmado entre o Canal Futura, a Fundação Vale, Unicef Brasil e Childhood Brasil, em âmbito nacional, deu origem ao projeto “Crescer sem violência”, que igualmente visa disseminar informações de qualidade e metodologias de enfrentamento às diferentes formas de violência sexual contra crianças e adolescentes. A iniciativa contemplou diferentes etapas de trabalho com foco prioritário no combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes: a produção da série de programas “Que abuso é esse?” em diálogo com instituições de referencia no assunto, produção de Kits educativos e implementação piloto com formação de profissionais da rede de proteção à criança e ao adolescente.

Mobilização e Articulação Comunitária do Canal Futura
Para além da tela da TV, o Futura estende seu compromisso com a transformação social atuando nos territórios de forma presencial. Através de uma equipe de educadores sociais espalhada pelo Brasil e em constante articulação com instituições públicas, privadas e não governamentais, a Mobilização e Articulação Comunitária atua como mediadora em um processo de diálogo crítico e constante, que permite incluir na dinâmica do Canal a perspectiva de grupos sociais, singularidades e organizações da sociedade civil, trazendo temáticas prementes da agenda social brasileira. Essa prática permite a inclusão na tela da TV novos temas, novas perspectivas, novos sotaques, estéticas e uma diversidade mais ampla de pontos de vista.

Em diferentes espaços do território nacional, esta equipe acompanha os espaços de participação da sociedade civil, promove o desenvolvimento de conteúdos e metodologias educacionais, realiza formação de jovens em produção audiovisual, disponibiliza e implementa conteúdos do Futura junto à organizações. Com isso garantimos que o conteúdo do Canal chegue mais perto e possa ser efetivamente reapropriado por redes e movimentos, contribuindo para a transformação social brasileira.