Notícias

Museu da Língua Portuguesa

Museu da Língua Portuguesa na Bienal do Livro

Publicada em: 10 de agosto de 2018

O Museu da Língua Portuguesa, em reconstrução na Estação da Luz, levará sua experiência-símbolo para a 25ª Bienal Internacional do Livro, que começa no próximo dia 3 no Pavilhão de Exposições do Anhembi. Pela primeira vez em São Paulo desde que o Museu foi atingido por um incêndio, em 2015, uma instalação audiovisual vai recriar a Praça da Língua, espécie de “planetário do idioma” que homenageia a língua portuguesa escrita, falada e cantada, em um espetáculo imersivo de som e luz.

 

A experiência na Bienal recupera extratos do áudio original do Museu da Língua Portuguesa, desenvolvido com curadoria de Arthur Nestrovski e José Miguel Wisnik. São trechos de poesia, prosa e música produzidas em língua portuguesa – de Carlos Drummond de Andrade a Dorival Caymmi, passando por Fernando Pessoa, Nelson Rodrigues e Lamartine Babo –, interpretados por nomes como Maria Bethânia e Matheus Nachtergaele.

 

Seguindo o espírito que consagrou o Museu da Língua Portuguesa, as ações na Bienal do Livro combinam tecnologia, literatura e interação com os diversos públicos. O espaço do Museu se completa com a Praça Educativa, que trará atividades lúdicas para celebrar a língua portuguesa e seus vários falares. O público vai poder construir suas próprias histórias, perceber as diferenças regionais da língua falada no Brasil e descobrir curiosidades sobre os outros países onde se fala português no mundo – Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

 

A reconstrução do Museu da Língua Portuguesa está prevista para se encerrar no segundo semestre de 2019. Em julho foram concluídas as obras externas do edifício, com o fim da reconstrução da cobertura. Em setembro, terão início as obras de recuperação interna do Museu.

 

A participação do Museu da Língua Portuguesa na Bienal Internacional do Livro de São Paulo é uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, com patrocínio da EDP, Grupo Globo e Itaú Cultural.

 

 

Reencontro do público de São Paulo com o Museu

“A presença na Bienal do Livro de São Paulo é muito significativa para nós porque o público da cidade e da região vai poder reencontrar, depois do incêndio em 2015, uma das experiências mais marcantes do Museu da Língua Portuguesa. Assim, celebramos nosso idioma e nos unimos à causa da formação de novos leitores, incluindo cada vez mais professores e estudantes nesta festa da cultura”, diz Hugo Barreto, secretário geral da Fundação Roberto Marinho.

 

“É de fundamental importância para a Secretaria da Cultura que o Museu da Língua Portuguesa esteja na Bienal do Livro. O Brasil é um país em que a população pouco lê e o Museu certamente estimula a leitura de nossos autores. A Bienal do Livro também é um evento que recebe muitos estudantes e esperamos que esses jovens se aproximem do Museu, por seu conteúdo dinâmico e atraente. Para nós, cultura e educação precisam andar lado a lado”, afirma Romildo Campello, secretário da Cultura do Estado de São Paulo.

 

“É um prazer para a EDP trazer à Bienal do Livro uma das principais atrações do Museu da Língua Portuguesa, antecipando ao público um pouco do que poderá ser visto quando da sua reinauguração. Como defensora da preservação e da valorização do nosso idioma, a EDP vê na Bienal uma importante oportunidade para promover e instigar nas novas gerações o apreço pela rica literatura produzida em Português”, afirma Miguel Setas, presidente da EDP, empresa do setor elétrico e patrocinadora máster da reconstrução do Museu da Língua Portuguesa.

 

Sobre o Museu da Língua Portuguesa

Primeiro museu no mundo totalmente dedicado a um idioma, o Museu da Língua Portuguesa foi inaugurado na Estação da Luz, prédio-símbolo de São Paulo, em 2006. Em quase dez anos de funcionamento recebeu aproximadamente 4 milhões de visitantes. O Museu da Língua Portuguesa é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, concebido e realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho. Tem como patrocinador máster a EDP, patrocinadores Grupo Globo, Grupo Itaú e Sabesp e apoio do Governo Federal, por meio da lei federal de incentivo à cultura. O IDBrasil é a organização social responsável pela gestão do Museu. Mais informações sobre histórico e reconstrução em http://museudalinguaportuguesa.org.br/

 

Serviço

Museu da Língua Portuguesa na 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo

De 3 a 12 de agosto de 2018

Segunda a sexta-feira, das 9h às 21h. Sábados e domingos, das 10h às 21h

Pavilhão de Exposições do Anhembi

Av. Olavo Fontoura 1.209, Santana

Mais informações: www.bienaldolivrosp.com.br