Notícias

Museu do Amanhã

Museu do Amanhã tem inauguração oficial
dia 17 e abre ao público dia 19

Publicada em: 16 de dezembro de 2015

O Museu do Amanhã, novo ícone da revitalização da região portuária do Rio de Janeiro, tem cerimônia oficial de inauguração nesta quarta-feira, dia 17, e abre para o público no dia 19, na Praça Mauá. O museu de ciência examina o passado, apresenta tendências do presente e explora cenários possíveis para os próximos 50 anos a partir das perspectivas da sustentabilidade e da convivência. Apoia-se em um conceito fundamental: o amanhã não é uma data no calendário, não é um destino final; ele é uma construção que começa hoje, agora. A partir das escolhas feitas no presente, desdobra-se uma gama de amanhãs.

Museu do Amanhã é ícone da revitalização da região portuária. Foto: Bernard Lessa
Museu do Amanhã é o ícone da revitalização da região portuária. Foto: Bernard Lessa

Das 10h de sábado às 18h de domingo, dia 20, o museu ficará aberto durante 32 horas, com entrada gratuita. A programação inclui também atividades culturais na Praça Mauá, região que é a nova atração do circuito turístico da cidade. Veja mais sobre a programação no site do Museu do Amanhã.

Conheça a exposição principal do museu

O edifício de formas orgânicas, com projeto do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, ocupa 15 mil metros quadrados do Píer Mauá, cercado por espelhos d’água, jardins, ciclovia e área de lazer, numa área total de 30 mil metros quadrados. Norteado por perguntas que acompanham desde sempre a humanidade – De onde viemos? Quem somos? Onde estamos? Para onde vamos? Como queremos ir? –, o museu se dedica a explorar, pensar e projetar as possibilidades de construção do futuro. O visitante é estimulado a refletir sobre a era do Antropoceno – a era geológica em que vivemos hoje, o momento em que o homem se tornou uma força planetária com impacto capaz de alterar o clima, degradar biomas e interferir em ecossistemas – e a se perceber como parte da ação e da transformação.

Iniciativa da Prefeitura do Rio, concebido e realizado em conjunto com a Fundação Roberto Marinho, instituição ligada ao Grupo Globo, o Museu do Amanhã tem o Banco Santander como Patrocinador Master. Conta ainda com a BG Brasil como mantenedora e o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Ambiente, e do Governo Federal, por intermédio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). A instituição faz parte da rede de museus da Secretaria Municipal de Cultura.

O Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG), organização social de cultura sem fins lucrativos vencedora da licitação promovida pela Prefeitura do Rio, é responsável pela gestão do museu.