Notícias

Futura

Nova temporada do Entrevista debate causas da evasão e do atraso escolar

Publicada em: 24 de maio de 2019

A Educação Pública no Brasil vem avançando nos últimos 30 anos, sem ter ainda alcançado os resultados necessários. A nova temporada do programa “Entrevista”, que estreia dia 29, às 22h, no Canal Futura, vai debater dois fenômenos graves: evasão escolar e a distorção entre a idade do estudante e a série adequada.

Em “Entrevista: Evasão Escolar no Brasil”, a educadora Mônica Pinto, gerente geral de Desenvolvimento Institucional e Pesquisa e Avaliação da Fundação Roberto Marinho, conversa com o economista Ricardo Paes de Barros – economista-chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper – sobre o contexto do acesso e permanência de crianças e jovens na educação básica brasileira.

Atualmente, jovens repetem em média dois anos escolares, gerando o que se chama de distorção idade/série – só no Ensino Médio, cerca de 28% dos estudantes não estão estudando na série esperada. Além disso, um grande número de estudantes não conclui a Educação Básica, em especial o Ensino Médio (altas taxas de evasão escolar): 1 em cada 4 jovens sai da escola, sem terminar seus estudos.

Para resolver problemas sociais, é preciso construir soluções e estratégias com base em evidências. Na série de quatro episódios, o economista Ricardo Paes de Barros analisa o cenário no país e aponta políticas públicas e boas práticas que mostram caminhos para enfrentar os desafios da educação de jovens estudantes.

A série “Entrevista: Evasão Escolar no Brasil” também fica disponível no futuraplay.org

Entrevista: Evasão Escolar no Brasil
Estreia: Dia 29/5, às 22h
Apresentação: Monica Dias Pinto, educadora
Convidado: Ricardo Paes de Barros, economista-chefe do Instituto Ayrton Senna e professor do Insper
Direção: Cristiano Reckziegel

Sinopse geral: A educadora Monica Dias Pinto conversa com Ricardo Paes de Barros, economista-chefe do Instituto Ayrton Senna, sobre o contexto do acesso e da permanência de crianças e jovens na educação básica brasileira. Dois fenômenos preocupam bastante: distorção idade/série e evasão escolar.

Sinopse de todos os episódios:
Cenários: acesso e permanência – 29/5
O Brasil tem hoje cerca de 10 milhões de jovens entre 15 e 17 anos. Um em cada quatro não termina o ensino básico. Afinal, é o estudante que abandona a escola ou a escola que abandona o estudante?

Causas da evasão e defasagem – 30/5
Há muitos motivos para que um jovem não se engaje com a escola. Há questões ligadas ao contexto socioeconômico, à relação do jovem com a estrutura da escola atual e a processos pessoais vividos nesta faixa etária. Como identificar e superar essa questões?

Políticas Públicas – 31/5
É preciso que gestores, escolas e educadores estejam atentos e identifiquem jovens que vão acabar deixando de estudar. Quais os principais aspectos a se levar em conta na formulação de políticas públicas para a educação de adolescentes e jovens no Brasil do Século XXI?

Soluções e boas práticas – 3/6
Existem programas hoje no Brasil que atuam para oferecer aos estudantes a possibilidade de avançar nos estudos. Quais medidas e iniciativas existentes apresentam bons resultados no enfrentamento da distorção idade série e da evasão escolar?