Notícias

Museu da Língua Portuguesa

Ação do Museu da Língua Portuguesa celebra idioma em transformação

Publicada em: 13 de julho de 2017

“O Museu está em reconstrução. Mas é a nossa língua que está sempre em construção”. Partindo desse conceito, palavras vão ocupar, esta semana, os tapumes da obra de reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, instituição do Governo do Estado de São Paulo. A ação destaca o idioma como patrimônio vivo e em constante transformação, e vai revelar novas palavras e expressões que são continuamente incorporadas ao dia a dia.

“O acervo do Museu é a língua viva – e isso inclui o linguajar que está nas ruas, o vocabulário que nem sempre aparece nos dicionários, mas que marca presença na boca do povo, nas canções e no cotidiano. Neologismos e gírias são marcas culturais importantes que merecem ser devidamente reconhecidas e festejadas, inclusive por espaços de memória como o Museu da Língua Portuguesa”, afirma o secretário da cultura do Estado de São Paulo, José Luiz Penna.

Expressões que ganharam as ruas do Brasil, como ‘sofrência’ e ‘quebrada’, e gírias com sotaque paulistano, como ‘truta’, ganham forma nos tapumes da obra do Museu, atualmente em fase de restauração das fachadas e esquadrias.

 

Ação ocupa tapumes da obra de construção
Ação ocupa tapumes da obra de construção

A ação também vai reverberar nas redes sociais do Museu da Língua Portuguesa: “Vamos reforçar a mensagem de que o acervo do Museu da Língua Portuguesa é imaterial e plural e que a língua, nosso maior patrimônio, é continuamente apropriada e reinventada pelos falantes”, diz a gerente geral de Patrimônio e Cultura da Fundação Roberto Marinho, Lucia Basto.

Museu em reconstrução
O Museu da Língua Portuguesa é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, concebido e realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho. Tem como patrocinador máster a EDP, como patrocinadores o Grupo Globo e o Grupo Itaú e o apoio do Governo Federal, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O IDBrasil é a organização social responsável pela gestão do Museu.

O Museu está sendo reconstruído após o incêndio que o atingiu em dezembro de 2015. Atualmente, estão sendo restauradas as fachadas e esquadrias. A inauguração do Museu está prevista para 2019. Seu acervo, o patrimônio imaterial da língua, continua sendo celebrado por meio de atividades como as realizadas em maio de 2017 no saguão da Estação da Luz, em São Paulo, para a celebração do Dia Internacional da Língua Portuguesa.

Em 10 anos de funcionamento, o Museu recebeu cerca de 4 milhões de visitantes (319 mil destes em ações educativas). Primeiro do mundo totalmente dedicado a um idioma, trouxe ao país um novo conceito museográfico, que alia tecnologia e educação. Com uma narrativa audiovisual e ambientes imersivos, permitiu aos visitantes descobrir novos aspectos do idioma, elemento fundador da cultura do país.