Aprendiz Legal

Programa de educação para o mundo do trabalho, o Aprendiz Legal contribui para oferecer a oportunidade do primeiro emprego a jovens de 14 a 24 anos. Ao mesmo tempo, auxilia as empresas a cumprirem a Lei da Aprendizagem (Lei 10.097/2000), que determina cota mínima para a contratação de aprendizes.

115 mil
aprendizes legais em formação no Brasil
16 mil
empresas participam do programa
25
estados e o Distrito Federal são atendidos
15
anos de existência

Ao unir a experiência prática nas empresas e o ensino teórico, o Aprendiz Legal garante aos jovens aprendizes uma formação interdisciplinar, criativa e que incentiva o protagonismo social em sua inserção no mundo do trabalho.

O programa presta também um apoio para as empresas no cumprimento das exigências da Lei da Aprendizagem. De acordo com a legislação, empresas de médio e grande porte são obrigadas a contratar jovens entre 14 e 24 anos para capacitação profissional, em cotas que variam entre 5% e 15% do número de funcionários. Para as empresas, mais do que exigência legal, as cotas de aprendizes são uma oportunidade de desenvolvimento humano e de formação de futuros colaboradores engajados na cultura corporativa.

Com implementação em 25 estados pelo CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) e pela Gerar, o programa tem duração de dois anos e oferece formação em 11 áreas de atuação, como ocupações administrativas, comércio e varejo, logística, auxiliar de produção industrial e turismo e hospitalidade.

 

Saiba mais

O prêmio é concedido pelo CIEE/RJ e está em sua 12ª edição
 A nova campanha do Aprendiz Legal ressalta a importância da presença dos jovens nas empresas.
Promovido pela Fundação SM, evento gratuito irá reunir especialistas de diferentes países para debater o tema

Parceiros