Notícias

Plataforma Juventude, Educação e Trabalho – JET

Impactos da pandemia na educação e no mercado de trabalho e os desafios das juventudes no Brasil são tema de debates em evento global

Publicada em: 25 de maio de 2021

Nos dias 2 e 4, eventos vão apresentar o panorama da educação no Brasil, com dados como desigualdade no acesso à escola, conectividade, emprego e informalidade

 

Centenário de Paulo Freire também será lembrado

 

No momento em que o Brasil tem a maior população jovem de sua História ¬- 1 em cada 4 brasileiros hoje são jovens -, cerca de 1,4 milhão de estudantes do Ensino Médio do país não tinham atividades escolares devido à pandemia, no fim de 2020, e a taxa de desemprego entre os jovens atingia níveis históricos, chegando a 29,8% na faixa de 18 a 24 anos (o dobro do índice de 2014).

 

Esses e outros dados sobre os desafios das juventudes do Brasil e os impactos da pandemia na educação e no mundo do trabalho serão tema de debates na Semana de Avaliação gLocal, evento internacional de monitoramento e avaliação que vai reunir trabalhos de mais de 40 países, entre os dias 31 de maio e 4 de junho.

Os encontros virtuais são abertos ao público, com acesso gratuito. O centenário do educador Paulo Freire também será lembrado, em evento online que irá abordar a pedagogia e os princípios da avaliação freiriana, e sua aplicação no caso do Projeto Telessala Maré.

 

No dia 2 de junho, às 16h, o encontro online “Plataforma Juventude, Educação e Trabalho” vai apresentar um panorama dos desafios das juventudes brasileiras e como os indicadores de educação e trabalho foram afetados pela pandemia do coronavírus, incluindo o acesso às atividades escolares, emprego e informalidade e conectividade.

Os dados estão reunidos na plataforma (https://pjet.frm.org.br/), ferramenta gratuita que reúne dados, análises e conteúdo audiovisual, desenvolvida pela Fundação Roberto Marinho com o apoio do Itaú Educação e Trabalho.

 

Estudos mostram que desigualdade se aprofundou
No mesmo dia, às 10h, o encontro “Retratos da Educação na Pandemia: um olhar sobre múltiplas desigualdades” vai apresentar os dados colhidos por diversos estudos realizados ao longo de 2020, e reunidos na publicação de mesmo nome, para dimensionar os efeitos da suspensão das aulas presenciais nos processos de ensino e de aprendizagem.

 

No encontro, o público terá acesso a dados que evidenciam o aprofundamento das desigualdades educacionais, afetando em especial os mais vulneráveis. O debate vai reunir especialistas das instituições parceiras na realização das pesquisas: Conhecimento Social, Fundação Carlos Chagas, Itaú Social, Interdisciplinaridade e Evidência no Debate Educacional (IEDE), Instituto Península, Fundação Roberto Marinho e Fundação Lemann.

 

E no ano do centenário do educador Paulo Freire, no dia 4, às 10h, o webinário “A influência do pensamento freiriano na avaliação: autodeterminação, justiça social e sustentabilidade” vai abordar os princípios da avaliação freiriana e sua aplicação no caso do Projeto Telessala Maré.

 

Sobre a Semana de Avalição gLocal
A Semana de Avaliação objetiva gerar um espaço plural para o compartilhamento de conhecimentos em avaliação e networking para promover o debate sobre a importância do monitoramento e da avaliação em escala global incentivando a participação de instituições privadas, governamentais, avaliadores, consultores, organizações da sociedade civil e a comunidade acadêmica.

 

O GEI é uma estratégia proposta pelo Grupo Independente de Avaliação do Banco Mundial em parceria com grupos acadêmicos, que busca fortalecer quadros especialistas em monitoramento, avaliação e gestão do desempenho dos países em desenvolvimento. No Brasil, a instituição que apoia as ações do GEI é a FGV.

 

Veja mais em https://www.glocalevalweek.org/pt-pt

 

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

Dia 2 de junho, às 10h
Retratos da Educação na Pandemia: um olhar sobre múltiplas desigualdades
Estudos sobre os efeitos da pandemia na oferta, no acesso e nos processos de ensino e de aprendizagem, a partir da escuta das redes de ensino, dos docentes, dos estudantes e de seus familiares.

 

Participantes: Ana Lúcia D´Império Lima (Rede de Conhecimento Social), Amelia Cristina Abreu Artes (Fundação Carlos Chagas), Esmeralda Correa Macana (Itaú Social), Ernesto Faria (Interdisciplinaridade e Evidência no Debate Educacional – IEDE), Marina Brito Ferraz (Instituto Península), Rosalina Maria Soares (Fundação Roberto Marinho), Thamires Zaboto Mirolli (Fundação Lemann).
Mediação: Karen Souza, jornalista do Canal Futura

 

Inscrições em https://zoom.us/webinar/register/WN_vUOIIq7oSPywYqsd3o307g
Saiba mais em https://glocalevalweek.org/pt-pt/event-detail/21181

 

Dia 2 de junho, às 16h
Plataforma Juventude, Educação e Trabalho
Os principais desafios das juventudes brasileiras e como os indicadores de educação e trabalho foram afetados pela pandemia do coronavírus.

 

Participantes:
. Rosalina Soares, Katcha Poloponsky e André Vieira – especialistas em Educação e Trabalho da assessoria de Pesquisa e Avaliação da Fundação Roberto Marinho
. Elias Costa – filmmaker, fotógrafo, artista e empreendedor
. Lays dos Santos – diretora geral do projeto social Eu vivo favela.
Medicação: Leonne Gabriel (Canal Futura).

 

Inscrições em https://zoom.us/webinar/register/WN_2eeXDW9bR-y9swbDuKO8Mw

Saiba mais em https://glocalevalweek.org/pt-pt/event-detail/21180

 

Dia 4 de junho, às 10h
Webnar: A influência do pensamento freiriano na avaliação: autodeterminação, justiça social e sustentabilidade
A conversa é uma homenagem ao centenário do Paulo Freire e irá abordar a pedagogia e os princípios da avaliação freiriana, e sua aplicação no caso do Projeto Telessala Maré.

Participantes: Rosalina Maria Soares (Fundação Roberto Marinho), Taiana Yung (Logos Consultoria), Thomaz Chianca (Comea Consultoria). Mediação: Bernardo Menezes (Canal Futura)

 

Inscrições em https://zoom.us/webinar/register/WN_dX09B7L0S7ie_6YnNtb7eQ
Saiba mais em https://glocalevalweek.org/pt-pt/event-detail/21430