Notícias

Futura

Dia da Educação é celebrado com encontro online

Publicada em: 24 de abril de 2021

O escritor e professor universitário americano Henry Jenkins está entre as principais atrações do evento “Classes Abertas”, promovido pela Fundação Roberto Marinho e mais de 200 parceiros para reforçar o Movimento #Nem1PraTrás

 

Pelo terceiro ano consecutivo, a Fundação Roberto Marinho comemora o Dia da Educação, em 28 de abril, reforçando o Movimento #Nem1PraTrás. Em 2021, a data será celebrada com uma série de atividades online sobre o tema, com foco em conectividade, ensino e aprendizado, trazendo uma agenda positiva, por meio da mobilização de cerca de 200 parceiros, para a construção de uma educação de qualidade para todos os brasileiros. A iniciativa de promover o Dia da Educação tem o propósito de enfrentar, apoiar e estimular as boas ações feitas Brasil afora, levando em conta as diferenças regionais, para que professores, alunos e famílias superem as dificuldades do período da forma mais eficiente possível.

 

Henry Jenkins vai debater “Educação e Mídias” na série de lives “Classes Abertas”

Entre as atrações confirmadas, o grande destaque é o escritor americano e professor da University of Southern California, Henry Jenkins. Autor do livro “Cultura da Convergência”, da Editora Aleph – lançado há 15 anos e tão atual em tempos de conectividade que ganhará uma edição comemorativa no segundo semestre – Jenkins vai participar do debate “Educação e Mídias: o papel da escola, da comunidade e da cultura”, que será ao vivo, às 16h, dia 28 de abril, no YouTube do Canal Futura, com tradução simultânea. Ele estará acompanhado ainda de Tessa Jolls, uma das pioneiras em educação midiática nos EUA e CEO do Center for Media Literacy (sediada na Califórnia), e a apresentação ficará a cargo de Alexandre Sayad, pesquisador da PUC-SP que comanda a série Idade Mídia, no Futura.

 

Esta será a primeira ação da série de lives “Classes Abertas”, que vai reunir educadores, profissionais do campo da comunicação, cultura digital e direitos, sempre no YouTube do Canal Futura. Já no dia 29, às 18h, para o debate “Informações e narrativas”, os convidados serão Juan Mascardi (jornalista do canal de televisão Telefe Rosário), Natália Vianna (jornalista e diretora executiva da Agência Pública) e Lilian Bacich (da Tríade Educacional, com mediação do jornalista Antônio Gois, da Associação de Jornalistas de Educação (Jeduca).

 

No dia 30, também às 18h, Murilo Sanches (coordenador da Colmeia Educacional, focada em formar inovadores), Carla Zeltzer (CEO da FazGame, que faz uso da Educação 4.0 para o ensino da Língua Portuguesa) e Nina da Hora (aluna de Ciência da Computação pela PUC-Rio e que comanda o podcast Ogunhê, que mostra negros que encontraram soluções para a humanidade através da ciência) vão debater “O lúdico e a experiência”, com mediação da jornalista Sil Bahia, codiretora executiva do Olabi e coordenadora da PretaLab, uma iniciativa de estímulo às mulheres negras nas tecnologias e inovação.

 

Futura, Universidade Positivo e Universidade Federal de Uberlândia convidam para o debate sobre o documentário “Prova Escrita”

O filme “Prova Escrita” será o tema do webinário que vai acontecer a partir das 10h via Zoom, no dia 28 de abril. Uma coprodução do Canal Futura com a produtora Outros Olhos, o longa foi vencedor do 10º pitching DOC Futura — seleção promovida todos os anos pelo Canal com projetos que abordem temas de relevância social. O documentário apresenta os desafios e estratégias de Janaína Barros, uma coordenadora pedagógica de Seabra, no interior da Bahia, para reduzir o abandono e tornar o ambiente escolar mais acolhedor para os estudantes.

 

O estado da Bahia é um dos líderes nacionais em defasagem e abandono escolar entre jovens e adolescentes, segundo pesquisa do IBGE, divulgada 2019. A unidade escolar de Seabra não foge à essa regra e no início do ano de 2019 apresentava índices em torno de 40%. O desafio diário de Janaina é mudar essa realidade e para isso, desenvolveu métodos próprios para ouvir os alunos, criar espaço de diálogo com professores e incentivar um ambiente mais acolhedor e de estímulo à aprendizagem.

 

O webinário terá a participação da coordenadora pedagógica, do diretor e roteirista Luís Gustavo Ferraz e do produtor Lucas Brito Cortez. O filme está disponível neste link https://canaisglobo.globo.com/assistir/futura/prova-escrita/t/nDL8jkhKx5/ e as inscrições para participar do debate já estão abertas: https://zoom.us/webinar/register/WN_16MStQLbRpyPhCrXp7UnDw.

 

Sobre o Movimento #Nem1PraTrás

Criado em 2019, o movimento mobilizou as redes sociais naquele ano com as hashtags #Nem1praTrás, #DiadaEducacao e #Nem1semProfessor, alcançando mais de 120 milhões de pessoas e promovendo uma jornada nacional inspirada no lema “No one left behind”, dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS (ONU), em prol da adoção de políticas nacionais integradas, sendo uma delas a Educação de Qualidade. No ano passado, já em uma situação de pandemia, a hashtag #EstudeEmCasa se somou à campanha, e com ela uma série de ferramentas pensadas para que estudantes, famílias, professores e instituições lidassem com os desafios dessa nova rotina.

Em 2021, essas soluções educacionais foram ampliadas. São mais de 1500 videoaulas disponíveis gratuitamente na TV e no YouTube do Canal Futura, além da iniciativa Vamos Aprender, que disponibiliza conteúdos educativos segmentados por ciclos de ensino: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. Já os podcasts se relacionam com cinco diferentes eixos temáticos — gênero, empreendedorismo, cultura digital, projeto e vida e rotina de professores — enquanto o Clube Desafio Futura, o CDF, é um jogo para celular com perguntas e respostas de diversas áreas do conhecimento, que pode ser customizado pelos professores para trabalharem seu próprio conteúdo. Além disso, o site do Futura oferece minicursos elaborados em parceria com educadores de todo o Brasil no endereço www.futura.org.br/cursos.

 

Até o Dia da Educação, o movimento #Nem1praTrás vai realizar uma série de encontros com as mais de 200 instituições parceiras, como Itaú Social, FIESP / SESI-SP / SENAI-SP/ SESI-DN / SENAI-DN, Fundação Bradesco, Globo, Sebrae, Unesco, Instituto Ayrton Senna e Instituto Coca-Cola Brasil. Assim como com a comunidade escolar, para troca de experiências e escuta, a fim de formatar o documento norteador. Outras informações estão disponíveis em diadaeducacao.org.

 

Henry Jenkins está na série de lives “Classes Abertas”