Fundação Roberto Marinho

Casa de projetos

HÁ 40 ANOS INOVANDO EM SOLUÇÕES DE EDUCAÇÃO

PARA NÃO DEIXAR NINGUÉM PARA TRÁS

 

A convicção de que a comunicação pode ser instrumento para transformação social motivou a criação da Fundação Roberto Marinho, em 1977. Suas iniciativas promovem o direito à educação, incentivam o protagonismo, valorizam a cultura brasileira e o meio ambiente.

Tendo em vista que a comunicação e a inovação são aliadas na promoção de uma educação integrada e de qualidade, a Fundação trabalha para quem ficou ou está ficando para trás no processo educativo.

Seus projetos têm o objetivo de enfrentar os principais desafios educacionais brasileiros, com atuação em escala, monitoramento e avaliação de resultados e impactos.

A Fundação Roberto Marinho é uma casa de parcerias com instituições públicas e privadas, com quem forma uma rede de cooperação em prol da educação.

 

 

EDUCAÇÃO DE QUALIDADE PARA TODOS

 

A Fundação Roberto Marinho desenvolve projetos voltados para a escolaridade básica e para a solução de problemas educacionais que impactam nas avaliações nacionais, como: distorção idade-série, evasão escolar e a defasagem na aprendizagem. Atua em soluções de educação, com foco em correção de fluxo e reforço escolar, e na inclusão de jovens no mundo do trabalho.

Seus projetos atuam de forma integrada a diversas outras ações relacionadas às 10 competências da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), visando contribuir para uma sociedade mais ética, inclusiva, sustentável e solidária.

 

Telecurso

 

Nos anos 70, o problema de acesso à escola era especialmente crítico: apenas 67% da população em idade escolar no Brasil estava matriculada no ensino fundamental, e 10% no ensino médio (IBGE-PNAD). Diante desse desafio, foi criado, em 1978, o Telecurso, com o objetivo de ampliar o acesso à educação a centenas de milhares de brasileiros, ao levar educação de qualidade pela TV, com uma linguagem, formato e modelo de atuação inovadores.
A partir dos anos 90, uma metodologia – que combina o melhor do conhecimento acadêmico na área pedagógica a um conjunto de ações (como formação de professores, acompanhamento e avaliação) – foi desenvolvida a partir do Telecurso para apoiar a solução dos principais desafios da educação brasileira: baixos resultados de aprendizagem, defasagem idade-série, evasão e repetência.
Com esta metodologia, o Telecurso passou a ser adotado como política pública em parceria com o Ministério da Educação, governos estaduais e municipais, em escolas públicas de todo país. Desde 1995, 1,6 milhão de estudantes de escolas públicas, que estavam fora da escola ou em defasagem idade-série, foram formados pelo Telecurso em 12 estados do Brasil. Também continuou a ser implementado em ONGs, empresas, associações comunitárias, sindicatos e igrejas de todo o país.

 

Aprendiz Legal e Prêmio Jovem Cientista

 

Para quem atua com educação de jovens e adultos, a qualificação profissional é um ponto fundamental de chegada e de partida: cerca de 23% dos jovens brasileiros estão fora da escola e do mundo do trabalho. Outros 35% estão apenas trabalhando, de acordo com a PNAD 2017.
Historicamente, em suas iniciativas, a Fundação já atuava na causa da inclusão qualificada de jovens no mundo do trabalho. E, a partir de 2006, passou a atuar também mais diretamente no contexto da Lei da Aprendizagem (Lei 10.097/2000), com a criação do programa Aprendiz Legal, que gera oportunidade de primeiro emprego formal para jovens de 14 a 24 anos.
Há mais de 30 anos, a Fundação apoia a realização do Prêmio Jovem Cientista, que incentiva a pesquisa, revela talentos e investe em estudantes e jovens pesquisadores que buscam soluções inovadoras para os desafios do país.

 

Futura

 

Da experiência em articular parcerias e utilizar as melhores técnicas audiovisuais a serviço da educação foi criado, em 1997, o Futura – um projeto social de comunicação, com programação que alia entretenimento e conhecimento útil para a vida com ações de mobilização social, gerado e mantido por parceiros da iniciativa privada e do terceiro setor.

 

Museus

 

A Fundação Roberto Marinho entende a educação para além da sala de aula, e de forma indissociável da cultura e da arte. Com o intuito de ampliar o acesso à cultura a todos os públicos e tornar a experiência de aprender ainda mais prazerosa, concebeu seis museus entendidos como espaços de convivência e compartilhamento de conhecimentos, acessíveis a todos os públicos: os museus da Língua Portuguesa (em reconstrução) e do Futebol, em São Paulo; Casa da Cultura de Paraty, MAR – Museu de Arte do Rio, Museu do Amanhã e Museu da Imagem e do Som (em construção), no Rio de Janeiro; e o Paço do Frevo, em Recife. Todos realizados em parceria com governos e empresas parceiras, e se consolidaram como os mais visitados do país.

Conheça aqui todas as ações realizadas pela Fundação Roberto Marinho.

Mobilizar pessoas e comunidades, por meio da comunicação, de redes e parcerias, em torno de iniciativas educacionais que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população brasileira

Acreditamos no Brasil, nos brasileiros e em sua cultura como tradução de um modo de ser, pensar e agir. Trabalhamos por um mundo onde pessoas e comunidades se relacionem, valorizem suas identidades e sejam capazes de transformar suas próprias vidas

 

A Fundação Roberto Marinho tem seus valores expressos pela Essência Globo:

 

PAIXÃO POR COMUNICAÇÃO. A comunicação nos apaixona em todas as suas dimensões. Na elaboração do nosso trabalho, nos vínculos com o nosso público e no impacto positivo que pode proporcionar à sociedade.

 

BRASILIDADE. O Brasil é a nossa origem e a nossa fonte de inspiração. Acreditamos que a cultura brasileira tem uma contribuição a dar ao mundo.

 

ATITUDE OTIMISTA. Somos otimistas em nossas atitudes e em nossos objetivos. Investimos num futuro melhor e nos comprometemos com ele, fazendo hoje todo o necessário para construí-lo.

 

TALENTO E LIDERANÇA. Desde a origem, nossa marca tem sido trabalhar com os melhores talentos e dar a eles condições para sua realização profissional. Esta é a base para se alcançar a liderança.

 

RESPEITO À DIVERSIDADE. O respeito ao outro, a valorização da diversidade e a convicção de que todos dependem de todos são componentes essenciais da nossa identidade.

 

QUALIDADE E INOVAÇÃO. Buscamos qualidade em tudo o que fazemos. Queremos que nosso público perceba nossos produtos como os melhores, os mais criativos e mais inovadores, atendendo às suas necessidades e superando suas expectativas.

 

ESTÉTICA. Somos comprometidos com a estética. Tudo que resulta deste compromisso encanta, educa e enriquece a vida das pessoas.

 

CRESCER JUNTOS. Nossa atuação deve ser benéfica para todos que se relacionam conosco, e assim ser percebida.

Casa de parcerias

A Fundação Roberto Marinho trabalha em parceria com empresas, fundações, institutos, governos e organizações não-governamentais, no desenvolvimento e implantação de suas ações. Conecta pessoas, instituições, redes e ideias, para viabilizar projetos inovadores de educação em todo o país.

Veja todos os parceiros

Governança

José Roberto Marinho
Presidente
José Roberto Marinho
José Roberto Marinho
Presidente
Vice-presidente do Grupo Globo e presidente da Fundação Roberto Marinho. Estudou História na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC−Rio) e Geografia na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Começou sua vida profissional em 1972, como repórter do jornal O Globo. Em 1981, passou a editor-assistente. Em 1983, foi designado para o cargo de subchefe da Redação, no qual permaneceu até 1984. Nesse ano, deixou o jornal para ocupar o cargo de diretor de programação de FM do Sistema Globo de Rádio, onde mais tarde foi diretor-geral e vice-presidente.
Em 1992, fundou o Instituto Acqua, de preservação dos recursos hídricos.
José Roberto preside o Comitê de Responsabilidade Social do Grupo Globo. É também membro do Comitê de Governança do Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável - Comunitas, do Conselho Consultivo do WWF-Brasil, do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, do Conselho Curador da Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira, do CEBDS, dentre outros. Em 2006, participou da fundação do movimento Todos pela Educação, do qual faz parte como integrante do Conselho de Governança.
Wilson Risolia
Secretário geral
Wilson Risolia
Wilson Risolia
Secretário geral
Graduado em Ciências Econômicas, pós-graduado em Engenharia Econômica e em Desenvolvimento Econômico – 1º. Ciclo – ISVE/Itália, com MBA em Finanças – IBMEC, Wilson Risolia foi secretário de Educação do Estado do Rio de Janeiro. Exerceu também os cargos de CEO da FALCONI Consultores de Resultado e Líder da FALCONI Educação e de vice-presidente de Fundos de Investimento da Caixa Econômica Federal. É integrante da Academia Brasileira de Educação.
João Alegria
Gerente do Laboratório de Educação FRM
João Alegria
João Alegria
Gerente do Laboratório de Educação FRM
Gerente geral do Canal Futura. Historiador e Doutor em Educação. No campo da comunicação, trabalhou nas principais emissoras de televisão do Brasil como autor e diretor de programas e contribui com a Futura desde o surgimento do canal. Dentre seus principais trabalhos estão “Brasil Legal” (TV Globo) e “Teca na TV” (Futura). João Alegria também é Professor Adjunto do Departamento de Artes e Design da PUC-Rio, no curso de Design em Mídias Digitais.
Lucia Basto
Gerente de Patrimônio
Lucia Basto
Lucia Basto
Gerente de Patrimônio
Gerente geral da área de Patrimônio e Cultura da Fundação Roberto Marinho, onde atua desde 1996. Por 12 anos, trabalhou no IPHAN, onde foi Chefe da Divisão Técnica. Lucia é arquiteta pela Universidade Santa Úrsula e pós-graduada no MBA do Coppead – Instituto de Graduação em Administração da UFRJ. Tem grande experiência na Gestão de Projetos complexos de restauro, exposição e museografia e na interlocução com órgãos de cultura e patrimônio.
Ana Érika Marques
Assessora jurídico
Ana Érika Marques
Ana Érika Marques
Assessora jurídico
Assessora jurídica da Fundação Roberto Marinho desde 2011. Atuou como coordenadora desde 2002. É advogada pela Universidade de Direito Candido Mendes - Centro, pós-graduada em direito processual civil na mesma universidade e MBA em Direito da Economia e da Empresa pela FGV. Entre outras posições, foi advogada da holding TVX Participações Ltda., na área de contratos na regulação de mineração, e membro do escritório Vanuza Sampaio Advogados Associados, onde trabalhou com direito civil e tributário, com ênfase na regulação de petróleo.
Carlos Carletto
Gerente de Gente, Gestão e Finanças
Carlos Carletto
Carlos Carletto
Gerente de Gente, Gestão e Finanças
Gerente de Planejamento da Fundação Roberto Marinho desde 2006. Engenheiro Metalúrgico e de Materiais pela UFRJ, tem pós-graduação em Gestão de Projetos, com certificação PMP do PMI. Anteriormente, ocupou o cargo de Coordenador de Planejamento e Controle por sete anos. Também atuou como engenheiro na Companhia Vale do Rio Doce.
Gustavo Bastos
Gerente de Tecnologia e Suprimentos
Gustavo Bastos
Gustavo Bastos
Gerente de Tecnologia e Suprimentos
Gerente de Tecnologia da Fundação Roberto Marinho, onde atua desde 2001 na definição da estratégia e concepção e desenvolvimento de insumos tecnológicos de projetos e processos. Engenheiro Eletrônico pelo IME (Instituto Militar de Engenharia), tem pós graduação em Engenharia Econômica e Administração Industrial pela UFRJ e especialização em Tecnologia, Operações e Gestão de Cadeia de Valor pelo MIT-Massachusetts Institute of Technology.
Mônica Pinto
Gerente de Desenvolvimento Institucional
Mônica Pinto
Mônica Pinto
Gerente de Desenvolvimento Institucional
Gerente de Desenvolvimento Institucional da Fundação Roberto Marinho. Atua no desenvolvimento e manutenção de parcerias do Canal Futura e de seus projetos especiais. É responsável também pela gestão e contratação das avaliações externas de resultado dos projetos nas áreas de Educação, Patrimônio, Meio Ambiente e Comunicação. Foi Gerente de Conteúdo do Canal Futura no período de sua criação e implementação (1997 a 2000). Mestre em Educação pela PUC-RJ, com pós-graduação em História e Cultura Contemporânea e formação pelo Programa de Desenvolvimento de Executivos da Fundação Dom Cabral, foi consultora e coordenadora do Programa Nacional de Formação de Professores, vinculado ao MEC e à TVE (Um Salto Para o Futuro). Como consultora em Mídia-Educação, atendeu ao Sesc nacional, TV Escola e secretarias municipais e estaduais de Educação, dentre outras instituições.
O Conselho Curador é formado por pessoas ligadas a cultura, ciência, educação e comunicação em geral, com atuação de destaque em suas áreas. De acordo com o estatuto da Fundação Roberto Marinho, o Conselho Curador tem a missão de zelar pelo bom desenvolvimento da Fundação.
Antonio Matias
Antonio Matias
Beatriz Gerdau Johannpeter
Beatriz Gerdau Johannpeter
Denise Aguiar Alvarez
Denise Aguiar Alvarez
Denis Mizne
Denis Mizne
Flávia Marinho
Flávia Marinho
Heloisa Buarque de Hollanda
Heloisa Buarque de Hollanda
Lauro Cavalcanti
Lauro Cavalcanti
Merval Pereira
Merval Pereira
Marcos Castrioto de Azambuja
Marcos Castrioto de Azambuja
Nélida Piñon
Nélida Piñon
Paula Mesquita Marinho
Paula Mesquita Marinho
Pedro Ramos de Carvalho
Pedro Ramos de Carvalho
Sérgio Besserman
Sérgio Besserman
Sérgio Mindlin
Sérgio Mindlin
Sergio Renault
Sergio Renault
Sergio Valente
Sergio Valente
O Conselho Fiscal analisa a prestação de contas e a previsão orçamentária da Fundação, de maneira independente.
Ana Paula Machado Pessoa
Augusto Cesar Roxo de Urzedo Rocha Filho
Eduardo Ramos
Gabriela Salomão Vaz Moreira
José Américo Buentes
Ronaldo Tostes Mascarenhas

Estatuto da Fundação Roberto Marinho

Download

Relatório de atividades

Download

Código de Ética e Conduta

Download