Notícias

Museu da Língua Portuguesa

Mia Couto fala de literatura, cultura brasileira e meio ambiente em encontro com jovens e educadores

Publicada em: 20 de setembro de 2019

O escritor moçambicano Mia Couto participou, nesta sexta-feira (20/9), de edição especial do Programa Educativo Escola, Museu e Território do Museu da Língua Portuguesa, promovido pela Fundação Roberto Marinho, e do Programa Prazer em Ler, realizado pelo Itaú Social. No encontro, realizado na ETEC Santa Ifigênia, o autor respondeu a perguntas dos estudantes e professores, que lotaram a plateia de mais de 200 lugares. Na conversa, Mia contou que recebeu influência de autores brasileiros, especialmente João Cabral de Melo Neto e Guimarães Rosa, e lembrou que a cultura brasileira sempre esteve presente em sua vida, já que o pai era poeta e ouvia muitos músicos brasileiros, como Dorival Caymmi.

 

 

Em um dia marcado pela greve mundial pelo clima, que mobilizou milhares de jovens em todo o mundo, o escritor, que também é biólogo, comentou sobre a urgência da questão ambiental. Para ele, a preservação do planeta hoje vai muito além das escolhas pessoas. “É, sim, muito importante incentivar que os jovens apaguem as luzes e fechem a torneira, mas a questão do meio ambiente está muito além disso, está envolvida com questões políticas e econômicas. Mas claro que cada um tem que fazer a sua parte”, disse. A participação de Mia Couto no Programa Educativo do Museu da Língua Portuguesa foi uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho e do Itaú Social, com apoio do Grupo Companhia das Letras, da LiteraSampa e da ETEC Santa Ifigênia.